Hospitais…

Hoje à tarde, fui até Santarém, infelizmente não foi em lazer, fui ver uma das minhas tias ao hospital, porque foi operada ao joelho direito…

Nunca gostei de entrar em hospitais ( acho que na realidade nunca ninguém gosta, a não ser que seja algum aluno de medicina, ansioso por meter as mãos na massa… )…

Lembro-me perfeitamente da 1º vez que fui a um hospital ver alguém, foi a minha avó ( isto já foi há bastantes anos.. para aí uns 14/15/16 anos ), deve ser sido internada, por causa de uma coisa qualquer relacionada com coração ( tinha diabetes, colesterol, tensão alta e por aí adiante.. )…

O que me fez confusão, não foi ver a minha avó ali deitada, até porque sempre que me lembro da minha avó, estava sempre a sorrir, fosse em que situação fosse, até quando uma vez atropelei uma velhota na minha bicicleta de montanha quando lá estive uma semana de férias só com eles, o que me fez confusão mesmo foi a cara da maior parte das pessoas que lá estavam, todas com um ar deprimido, abandonado, prestes a morrer a qualquer momento… ( Não quero parecer insensível, e dizer que todas as pessoas que estão no hospital têm que estar com um sorriso de orelha a orelha… ).

Hoje quando lá fui, exactamente a mesma coisa, tudo com um ar cabisbaixo.

A minha tia também não estava com grande aspecto, estava cheia de dores na perna ( 3 pinos no joelho não são pera doce ) …

Antes de nós chegarmos, já tinha pedido ajuda à enfermeira…para que ela lhe desse qualquer coisa para dores, e senão podesse dar, que pelo menos arranjasse um saco de gelo ( que podia por ) e que lhe aliviava as dores…

Quando chegámos, eram umas 17:30, ainda não tinha nada disso, entretanto passado um bocado aí por volta das 18:00, lá passou a enfermeira e lá lhe foi buscar as coisas…( digamos que dizer que tem nariz empinado é pouco…e ainda por cima falava à tia ), depois lá nos mandou a dica:
“Ah e tal, à hora de almoço, estava tudo controlado, mas entretanto não tive tempo para cá vir etc etc etc…”

A mim pareceu-me que nos estava a dar uma desculpa, para não ter ido lá mais cedo…o que diga-se de passagem não me caiu nada bem…mas também não ia dizer nada, porque a minha tia já nos tinha avisado para não lhe dizer nada, porque ela é capaz de ser arisca, mas é uma boa profissional…parece é que tem mau feitio…

Lá acalmaram um bocado as dores, com o gelo, e um anti-dores qualquer que ela lhe meteu com o correr do soro… ( falta saber durante quanto tempo ).

Acho que os hospitais, eram capazes de precisar de levar uma volta bem grande…

E se eu alguma vez tiver que ir parar a um…espero que seja uma estadia bem curta…para bem ou para mal…

Um bem haja a todos…

PS: E as melhoras para a minha tia, que guardou cachola da última matança do porco que fez! Que maravilha…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>