Sonhar

Ontem sonhei contigo, estávamos no meu terraço encostados aos vidros à conversa com amigos, eu de mãos atrás das costas, e tu do meu lado esquerdo junto a mim enquanto conversava.

De repente, sinto a tua mão a entrelaçar-se na minha, à vista de todos, mas escondido de todos, não reajo imediatamente, paro, olho, escuto, como se algo fosse passar, mas tarde de mais, já tinha sido atropelado, um silêncio ensurdecedor instala-se, e tudo pára, o que foram 2 segundos, parecem minutos enquanto aperto levemente a tua mão, para garantir que és mesmo tu.

Olho para ti, e faço aquele sorriso parvo do costume, sabes, aquele que faço sempre que te vejo pela 1º vez, aquele que fiz da última vez que cá vieste, ao qual correspondes.

Oiço um barulho ensurdecedor, cíclico, que se repete de 2 em 2 segundos, abro os olhos, pego no telemóvel e desligo o alarme, sento-me na borda da cama, e levanto-me..

Um bem haja a todos..

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>