Afinal a liberdade de expressão não é para todos..

A bronca estalou, mas foi lá para os lados da Mozzila ( os que estão à frente do desenvolvimento do Firefox, para quem não sabe, e de mais umas coisas ).

É que dia 24 de Março, foi nomeado como CEO o Brendan Eich ( o criador do Javascript, vénia, ou pelo menos umas palmas ), no entanto dia 3 de Abril, já o rapaz se tinha demitido. E aqui é que entra a questão da liberdade de expressão à grande mesmo!

mozilla_wordmark_resized

Pelos vistos o senhor Brendan Eich, não concorda com o casamento Gay, e doou $1,000 para a “Propositon 8” ( aquela proposta para banir o casamento Gay na Califórnia ). E no momento em que se tornou CEO, ouve uma quantidade de comentários no Twitter a pedir a demissão dele por muitos trabalhadores da Mozzila.

Isto vindo de uma empresa que e passo a citar:

“Mozilla believes both in equality and freedom of speech. Equality is necessary for meaningful speech. And you need free speech to fight for equality. Figuring out how to stand for both at the same time can be hard.”

Então onde é que está a liberdade de expressão? Porque é que ele acreditar em algo que é diferente do que eu acredito é errado? Ele não tem direito à sua opinião? Pior, desde quando é que o que ele acredita afecta o trabalho que ele faz, ou afecta a sua relação profissional com o resto da malta da Mozzila? Estamos a falar de alguém que já deve ter falado com milhares de pessoas de todos os tipos e feitos, e que se ele fosse uma pessoa que misturasse o trabalho com a sua opinião pessoal de certeza que já se tinha notado…

Portanto, com que direito é que os trabalhadores da Mozzila, têm de pedir a demissão de alguém baseado na sua opinião sobre um assunto? Onde é que está a liberdade de expressão e a igualdade que eles tanto apregoam? Se eles não respeitam a opinião pessoal do novo CEO só têm de a respeitar, não é fazer beicinho e começar a pedir demissão dele.

Pior ele até fez um comunicado sobre o assunto, no entanto continuaram as críticas.

Até houve quem propusesse boicotar o Firefox por causa dele, WTF!?, isto não faz sentido nenhum.

Ultimamente, parece que quem tem uma opinião contra o que está na moda agora, merece ser completamente excluído de tudo, e pelos vistos também do trabalho. E se tens uma opinião diferente da minha não vales nada.. cada vez mais isto se parece uma ditadura do que uma democracia..

Mas afinal podemos acreditar no que queremos ou não?

E sim, mas ser gay parece que é moda agora, a sério, com as cenas que leio e vejo.. jasus.. faz-me cá uma confusão.. ( e perdoem-me aqueles que ficarão ofendidos com esta afirmação, mas sinceramente é o que me parece )

Em relação à minha opinião pessoal como um jovem heterossexual, não me interessa se um homem gosta de homens, se uma mulher gosta de mulheres ou se gostam de tudo ao molho e fé em deus ( como se eu fosse católico ), é preciso é a malta ser feliz, e pinar como se não houvesse amanhã.. é só isso que interessa.. a malta ser feliz.. querem casar? Casem para aí à vontade como se não houvesse amanhã! Querem adoptar? Adoptem à vontade! São felizes dessa maneira? Então sejam felizes.. nada mais interessa.

E atenção a minha opinião pessoal não influencia em nada no desempenho do meu trabalho, já trabalhei com malta homossexual e heterossexual e nunca se pôs isso em causa sequer..

Um bem haja a todos..

Telefonema entre Passo Coelho e o Portas..

PPC = Pedro Passos Coelho

PP = Paulo Portas

PP: “Tou?”

PPC: “Tou?”

PP: “Tou? Epá não ouço nada do que estás a dizer..”

PPC: “Pera aí que vou ali para fora, para me ouvires melhor.”

PP: “Vá mexe-te… estou a ver que o pessoal está mesmo em festa por aí..”

PPC: “Pronto, já me consegues ouvir bem?”

PP: “Já pois..”

PP: “Então parabéns! Lá conseguiste ficar no poleiro!”

PPC: “É verdade, estava a ver que nunca mais, eu sei que tu não acreditas nas sondagens, mas estava-se mesmo a ver né?”

PP: “Pois.. sabes como é..”

PP: “Já viste que o outro parvalhão se demitiu? Lá está ele a fazer birra outra vez!”

PPC: “É um maricas aquele gajo! Mas já estava à espera.. o gajo não tem espinha para isto.. fala bem, mas depois é um mentiroso de primeira.. nós lá vamos safando..”

PP: “Não ficaste foi com a maioria absoluta né?”

PPC: “Pois.. o que é que se pode fazer? Mas nós agora juntamos os trapinhos e tomamos conta disto..”

PP: “Espero bem que sim! Aliás já estava a contar com isso..”

PPC: “Eu sei, mas desta vez não sei se ficas com a Defesa outra vez, é que da outra vez aquilo correu um bocado mal com os submarinos..”

PP: “Opá, tu também?”

PP: “Pergunta lá ao Barroso se o gajo não se safou bem comigo lá, agora até é o presidente da Comissão Europeia e tudo.”

PPC: “Lá isso é verdade o gajo safou-se muita bem..”

PPC: “Mas mesmo assim tenho de pensar bem no tacho que te vou dar..”

PP: “Não te esqueças também dos meus amigos..”

PPC: “Não te preocupes que não me esqueço!”

PPC: “Tenho de me pirar que tenho de ir rever o discurso, para ver se não me engano..”

PPC: “É que uma gafe agora é uma desgraça..”

PP: “Pronto… vá um abraço e não te esqueças aqui da malta..”

PPC: “Não te preocupes…está tudo controlado…”

Como eu gostava de ter ouvido a conversa destes 2 caramelos.. lá vai começar o namoro e vamos ver onde é que isto vai dar..

Um bem haja a todos… e salve-nos quem puder..

Unei-vos transportes de Lisboa..

Dia 6 de Janeiro, fui impedido de seguir o caminho habitual para casa, e isto porque a linha Azul teve “problemas técnicos”, seja lá o isso for..

De qualquer das maneiras tinha que retornar a casa de qualquer maneira.. então toca de ir até aos restauradores apanhar o comboio..

Chego à máquina para comprar bilhete, e ponho lá o meu cartão “Viva Viagem” ( belo nome já agora )… e o que é que me diz a máquina? Que o cartão está cheio e que não posso utilizá-lo.. está cheio o tanas penso eu… nunca carreguei o cartão com bilhetes do CP, portanto como é que pode estar cheio?

Até que finalmente me bateu… os cartões são incompatíveis… é de mim, ou esta é a maior idiotice dos últimos tempos?

Retirado do site da Carris ( foi o primeiro que vi ):

Neste cartão podem ser carregados títulos de transporte do mesmo tipo, podendo ser recarregados novos títulos, sempre que se queira. No entanto, se pretender recarregar no 7 Colinas ou Viva Viagem um outro tipo de título diferente, deverá previamente utilizar todos os títulos anteriormente carregados.

Fonte: http://www.carris.pt/pt/7-colinas-e-viva-viagem/

Mas no final da página diz:

Neste momento os cartões 7 Colinas e Viva Viagem poderão ser carregados com os seguintes tipos de títulos de transporte:

  • Válidos só para a Carris: Bilhete de 1 zona
  • Válidos para a Carris e Metro: Bilhete 24 horas Carris/Metro Rede
  • Válidos para a Carris, o Metro e a Transtejo/Soflusa: Zapping

Para mim, isto não faz ponta de sentido… ou seja, eu no passado dia 6 tive que comprar outro cartão para poder ir para casa, e no entanto tinha um cartão perfeitamente válido no bolso.. prontinho para ser carregado com títulos da CP.. mas estas bestas ( posso chamá-los de bestas não posso? ) impossibilitam tal feito..

Para eles é um modelo de negócio extremamente vantajoso.. imaginem só o dinheiro que eles não encaixaram no dia 6, é que não fui só eu que recorri ao comboio, devem ter sido uma centena de pessoas que também estavam sem metro..

Agora imaginem o turista que vem passar férias a Lisboa e quer andar a passear por Lisboa e quer dar um saltinho a Sintra, pimba.. tem logo que comprar 2 cartões senão não vai a lado nenhum..

Porque é que raio é que os transportes de Lisboa  não se unem todos, e criam um cartão que dê para ser carregado por todas, porquê esta dificuldade? Não faz sentido absolutamente nenhum!

Não faço a mínima ideia de quem desenvolveu este sistema, mas acho que não foram muito inteligentes… A não ser que a regra de negócio imposta pela entidade responsável fosse mesmo esta.. o que não faz ponta de sentido.. quer dizer por um lado até faz, porque é que eles não devem encher os bolsos à pala dos contribuintes que têm de apanhar o transporte público todos os dias para o trabalho enquanto os administradores das várias empresas vão em carros topo de gama com o motorista a guiá-los?

Curioso, fui ver quem era o Presidente do Metropolitano de Lisboa e da CP, giro é que o actual presidente do concelho de administração do Metropolitano de Lisboa é o ex-presidente do concelho de administração da CP..

E já foi algures no tempo o presidente da EMEF, Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário, S.A ( http://www.emef.pt/?page_id=48 )… a mim cheira-me a promiscuidade.. a vocês também?